Press Release

Tereos lança cartilha com boas práticas para uma gestão mais eficiente de água nas operações

Download PDF
Empresa também tem compromisso assumido de reduzir em 21,5% seu consumo de água por tonelada de cana processada até a safra 2029/30

Olímpia, 21 de março – No Dia Mundial da Água, a Tereos Açúcar & Energia Brasil, uma das líderes em produção de açúcar e etanol no país, lança cartilha com boas práticas para uma gestão mais eficiente da água nos negócios. Além das dicas, o material também traz as principais iniciativas da companhia nessa frente, que podem servir como exemplo de ações que ajudam a preservar a água do nosso planeta.

A Tereos investe em projetos de gestão da água como forma de desenvolver soluções para a redução do consumo e uso mais consciente dos recursos hídricos. Apoiada nessas ações, a companhia definiu como meta a redução de 21,5% de água captada por tonelada de cana até a safra 2029/30 em relação à de 2017/18, conforme divulgado em seu relatório de sustentabilidade.

As iniciativas surgem a partir de um planejamento de ações que englobam várias atividades: a criação de comitês para estimular discussão sobre o tema e desenvolvimento de novas soluções; o acompanhamento frequente para identificação de possibilidades de melhoria em processos; reconhecimento constante dos projetos de melhoria desenvolvidos por colaboradores; e políticas para reuso, tratamento e eficiência no uso de água. Na safra 2020/21, por exemplo, a Tereos investiu cerca de R$ 1,2 milhão no monitoramento de água e efluentes.

“O desenvolvimento desse trabalho já está trazendo resultados expressivos. Durante a safra 20/21, quando registramos recorde de processamento de cana, a Tereos obteve redução de 3% na captação de água por tonelada de cana moída. Esse número é um incentivo para seguirmos trabalhando em soluções sustentáveis e inovadoras, que beneficiem não somente os nossos negócios como também o meio ambiente”, afirma Renato Zanetti, Superintendente de Sustentabilidade e Excelência Operacional da Tereos.

Recuperação de nascentes

Uma das iniciativas em andamento é o programa Olhos D’Água, que visa a recuperação de nascentes localizadas próximas às unidades industriais da Tereos. Para isso, o solo e a vegetação do entorno são recuperados, possibilitando a revitalização da nascente. O investimento mostra como a empresa acredita na gestão responsável da água de forma ampla, com um olhar também para as comunidades.
Recentemente, a empresa anunciou um plano de reflorestamento para recuperar 1,5 mil hectares de vegetação nativa próximos às sete unidades do grupo, localizadas no interior de São Paulo, com a plantação de mais de 1,1 milhão de mudas de espécies nativas. Essa área total representa o tamanho de mais de mil campos de futebol.

Um dos projetos, realizado na Fazenda Cruz Alta, próxima à APP (Área de Preservação Permanente) do Rio Turvo, em Olímpia (SP), já está em andamento e contempla a recuperação do plantio de uma área de aproximadamente 58 hectares. Para a ação serão utilizadas 64 mil mudas de espécies nativas dos biomas Mata Atlântica e Cerrado, criadas no viveiro de mudas da empresa.

Para saber mais sobre todas as medidas adotadas pela empresa, acesse aqui a cartilha da Tereos.