Press Release

Tereos e Porto Commodities realizam primeira exportação de açúcar pelo porto de São Francisco do Sul (SC)

Download PDF
Projeto proporcionou economia de R$ 2 milhões à companhia ao evitar filas portuárias

A Tereos, uma das líderes mundiais na produção de açúcar, etanol e bioenergia, realizou, em parceria com a Porto Commodities, a primeira exportação de açúcar pelo porto de São Francisco do Sul (SC). A iniciativa veio em linha com a visão da empresa de sempre buscar novas possibilidades de parcerias com terminais para aumentar a eficiência logística.

Com a fila de espera dos navios para atracar no porto de Paranaguá (PR) aumentado a cada dia, a companhia encontrou a oportunidade de ampliar as alternativas de exportação e mitigar custos com despesas portuárias e de estadia, com economia de R$ 2 milhões em somente um embarque. O navio da operação transportou uma carga de mais de 19 mil toneladas de açúcar ensacado, com destino à África.

Como foi o primeiro embarque de açúcar ensacado realizado pelo terminal, o projeto contemplou intensas negociações entre as partes envolvidas, assim como apoio de colaboradores da Tereos no próprio terminal para acompanhamento de todo o processo de contratação de transporte rodoviário, recepção, armazenamento e elevação da carga para o navio.

“O resultado de sucesso da operação permite que a companhia tenha um novo canal de exportações e, também, para o mercado de forma geral. Na Tereos temos o pensamento de buscar soluções disruptivas e essa iniciativa, além de contar com novos parceiros e pontos de escoamento diferentes que auxiliam a empresa a reduzir o tempo de espera em filas portuárias, otimiza as operações”, explica Gustavo Segantini, diretor comercial da Tereos.

Para a Porto Commodities, o projeto foi um desafio que resultou em diversas aprendizagens. O grupo buscou atender, em tempo recorde e da melhor forma possível, as necessidades da Tereos. “Foram semanas de pesquisas e reuniões junto ao cliente, fornecedores e parceiros para que tudo desse certo. O sucesso da operação se deu pelo total comprometimento de todos os envolvidos durante todo o processo”, explica Luiz Oliveira, diretor operacional da Porto Commodities.

A Tereos já havia realizado projetos semelhantes em anos anteriores – em 2019, com o terminal Sepetiba TECON, no porto de Itajaí (RJ), e em 2020, com a GBT Terminais, no porto de Santos (SP).