Press Release

Tereos anuncia plano para reflorestar 1,5 mil hectares de vegetação nativa

Download PDF
Já em andamento, projeto de recuperação de 58 hectares na região do Rio Turvo vai plantar 64 mil mudas de espécies nativas

A Tereos, uma das líderes mundiais na produção de açúcar, etanol e bioenergia, anuncia um plano de reflorestamento que visa recuperar 1,5 mil hectares de vegetação nativa próximos às sete unidades do grupo, localizadas no interior de São Paulo, com a plantação de mais de 1,1 milhão de mudas de espécies nativas. Essa área total representa o tamanho de mais de mil campos de futebol.

Um dos projetos, realizado na Fazenda Cruz Alta, próxima à APP (Área de Preservação Permanente) do Rio Turvo, em Olímpia (SP), já está em andamento e contempla a recuperação do plantio de uma área de aproximadamente 58 hectares. Para a ação serão utilizadas 64 mil mudas de espécies nativas dos biomas Mata Atlântica e Cerrado, criadas no viveiro de mudas da empresa.

Desde 2014, o viveiro, localizado na unidade Cruz Alta, em Olímpia, já produziu mais de 750 mil mudas de até 80 espécies de plantas nativas, direcionadas para reflorestamento e recuperação de nascentes, projetos da empresa e, também, de fornecedores, parceiros, órgãos ambientais e prefeituras das regiões em que a Tereos atua.

De acordo com Renato Zanetti, Superintendente de Excelência Operacional da Tereos, a ação de reflorestamento da área tem o potencial de apresentar ótimos resultados para a região, com a recuperação de nascentes e maior proteção do leito do rio. “Além disso, o projeto também ocasionará a formação de um corredor ecológico ligando outros pontos do rio e fragmentos da mata ao corpo hídrico, aumentando a diversidade da fauna e da flora no local”, comenta.

“Já o viveiro de mudas nativas possui grande importância para o nosso negócio, tanto para estimularmos o desenvolvimento sustentável como, também, em nossa relação com as comunidades do entorno. Com isso, contribuímos para o agronegócio sustentável de toda a região”, finaliza Zanetti.